Bild på författaren.

Javier Marías (1951–2022)

Författare till A Heart So White

113+ verk 11,504 medlemmar 378 recensioner 49 favoritmärkta

Om författaren

Javier Marias, a literary phenomenon worldwide, is still in the process of being discovered in America. Among his awards are the Premio Ciudad de Barcelona, The Spanish Critics' Award, the Prix L'Oeil et la Lettre, the Premio Mondello, the Premio Internacional de Novela Romulo Gallegos, the Prix visa mer Femina Etranger, the Nelly-Sachs Prize, and the Dublin International IMPAC Award. He is also King Xavier I of Redonda. visa färre

Serier

Verk av Javier Marías

A Heart So White (1992) 1,967 exemplar
The Infatuations (2011) 1,155 exemplar
Alla själar (1989) 877 exemplar
Thus Bad Begins (2014) 466 exemplar
The Man of Feeling (1986) 437 exemplar
Berta Isla (2017) 434 exemplar
Tidens mörka rygg (1998) 420 exemplar
Written Lives (1992) 417 exemplar
When I Was Mortal (1999) 400 exemplar
While the Women Are Sleeping (1990) 220 exemplar
Voyage Along the Horizon (1972) 213 exemplar
Tomás Nevinson (2021) 202 exemplar
Los dominios del lobo (1993) 100 exemplar
El siglo (1983) 64 exemplar
Your Face Tomorrow Trilogy (2011) 58 exemplar
Cuentos únicos (1989) 56 exemplar
Literatura y fantasma (1993) 37 exemplar
Venice, An Interior (2016) 32 exemplar
Miramientos (1997) 30 exemplar
Pasiones pasadas (1991) 29 exemplar
Vida del fantasma (1995) 29 exemplar
Cuando los tontos mandan (2014) 19 exemplar
Aquella mitad de mi tiempo (2008) 13 exemplar
A veces un caballero (2001) 13 exemplar
El oficio de oír llover (2005) 12 exemplar
Juro no decir nunca la verdad (2015) 11 exemplar
Harán de mí un criminal (2003) 11 exemplar
Demasiada nieve alrededor (2007) 9 exemplar
Lo que no vengo a decir (2009) 9 exemplar
Tiempos ridículos (2013) 8 exemplar
Ven a buscarme (2011) 8 exemplar
Ni se les ocurra disparar (2011) 7 exemplar
The Alphabet Garden: European Short Stories (1994) — Författare — 7 exemplar
LECCION PASADA DE MODA (2012) 7 exemplar
Beyaz Kalp (2016) 6 exemplar
Desde Que TE VI Morir (1999) 6 exemplar
Trilogia sentimentale (2010) 4 exemplar
Si rude soit le début (2014) 4 exemplar
Tutti i racconti (2020) 4 exemplar
Las huellas dispersas (2014) 3 exemplar
Zamanin Karanlik Yüzü (2021) 2 exemplar
Karasevdalilar (2015) 2 exemplar
Tüm Ruhlar (2020) 2 exemplar
Crna leđa vremena 1 exemplar
Ástir 1 exemplar
Tema do homem, O 1 exemplar
Opaka narav 1 exemplar
Ditt ansikte i morgon (2017) 1 exemplar
Sve duše 1 exemplar
Kurt Mintikasi (2022) 1 exemplar
Duygusal Adam (2020) 1 exemplar
Tako počinje zlo (2017) 1 exemplar
Kötü Niyet Öyküleri (2018) 1 exemplar
Beleszerelmesedések (2012) 1 exemplar
Yarınki Yüzün 1 exemplar
Interpreti di vite (2011) 1 exemplar
Entrevistos (2005) 1 exemplar
Voglio essere lento (2010) 1 exemplar
Sale caractère 1 exemplar
Schöne Ferien — Bidragsgivare — 1 exemplar
Marias Javier 1 exemplar
La zona fantasma 1 exemplar

Associerade verk

Välborne herr Tristram Shandy : hans liv och meningar (1759) — Översättare, vissa utgåvor7,680 exemplar
Granta 66: Truth and Lies (1999) — Bidragsgivare — 161 exemplar
Granta 107: Summer Reading (2009) — Bidragsgivare — 100 exemplar
McSweeney's Issue 42 (McSweeney's Quarterly Concern): Multiples (2013) — Bidragsgivare — 63 exemplar
The Dedalus Book of Spanish Fantasy (1999) — Bidragsgivare, vissa utgåvor48 exemplar
Electric Literature No. 4 (2010) — Bidragsgivare — 7 exemplar

Taggad

Allmänna fakta

Medlemmar

Recensioner

This short novel starts with an opera singer looking back on a train journey with strangers four years ago. It's not until the very end the reader finds out more about what led him to think about the past just now. And for a lot of the book, it feels like men are talking about a woman who's only barely a presence in the book herself. I don''t think I really got into the story at any point, but as the description made me curious, I'm glad I've read this now.
 
Flaggad
mari_reads | 18 andra recensioner | Apr 26, 2024 |
OS ENAMORAMENTOS, JAVIER MARÍAS

Bem-vindos ao mundo de Javier Marías. Um universo paralelo que existe a escassos centímetros do mundo real. Em muito se assemelha a este, embora seja completamente diferente. Desde logo, pela forma como decorre o tempo, um tempo de veludo e alcatifas, prenhe e distendido. É um universo implausível, não pelos acontecimentos narrados, mas pela sua natureza literária – contudo, o autor consegue-nos convencer do contrário. O seu estilo forrado, com longas frases e parágrafos, envolve o leitor numa penumbra confortável, um sussurro melódico que preenche tudo, não deixando espaço para a descrença – tal como os seus personagens, somos colocados à escuta numa antecâmera, invisíveis, esperando que o lento gotejar das frases revele a trama, um engodo para algo mais profundo. E tal como eles acreditamos ou não: porque é tão difícil perceber se alguém está a mentir – tanto progresso e estamos sujeitos a isso; e é tão fácil incutir dúvidas num interlocutor. Essa é a natureza da própria ficção e o leitor é enredado nesta trama metafísica: como não acreditar se tudo é ao mesmo tempo falsificado e possível.

Há uns meses li o ‘Coração tão branco’, que também me causou uma profunda impressão. Num comentário à minha publicação da altura, alguém apontou, e com toda a razão, que esse romance fazia parte de um conjunto de três ou quatro romances (em que se inclui ‘Os enamoramentos’) muito similares no estilo, temática e estrutura.São quase o mesmo romance, de tal forma se assemelham. E essa semelhança chega a ser aterradora, esmagando o leitor pelo efeito de conjunto.

Tal como no ‘Coração tão branco’, nos ‘Enamoramentos’ há também uma trama de género policial relativamente sofisticada. Mas se atentarmos bem à sua essência percebemos que é relativamente simples, sendo, por outro lado, o resultado muito mais impressionante. Percebemos que é apenas um pretexto. O romance é uma exploração metafísica sobre a natureza humana, a moral, o amor e a própria ficção – e as suas teses são pungentes.
… (mer)
 
Flaggad
pedro.rondulha.gomes | 51 andra recensioner | Apr 25, 2024 |
ASSIM COMEÇA O MAL, JAVIER MARÍAS
Tradução Paulo Ramos

“tinha acedido a contar-me, mas teria de ser ao ritmo e à maneira dele. É este o privilégio de quem conta”

Terceira leitura de Javier Marías – depois de ‘Coração tão branco’ e dos ‘Os enamoramentos’. Tive a sensação, ao longo dos três, de estar a ler o mesmo romance, embora não exatamente: o estilo, o mote de Shakespeare, as escutas na penumbra, a marcação e desmembramento de determinadas frases chave, que vão revelando o seu significado, inicialmente misterioso, numa mecânica narrativa algo semelhante à de um policial, e uma dilatação temporal muito própria. Por esta razão, tendo já escrito sobre as anteriores leituras, corro o risco de me repetir. Neste romance, o tempo, a sua distensão e administração, é crucial. É esse repuxar que cria a tensão dramática. A história poderia ser contada numa dúzia de páginas, mas é o seu lento tricotar, o gotejar quase intolerável de sugestões adiadas e só mais tarde confirmadas, que lhe dá corpo, tornando-a de certa forma irreal, e irremediavelmente literária; exigindo do leitor não um investimento na suspensão da descrença, mas uma aceitação mais perversa, de que mesmo sem ela, estamos interessados. Há casos em que o estilo serve a história, mas neste caso é a trama, um mero pretexto, que serve a prosa da Javier Marías – uma melopeia verdadeiramente encantatória.

“It must be cruel, only to be kind. Thus bad begins, and worse remains behind.” (Hamlet, William Shakespeare)
… (mer)
 
Flaggad
pedro.rondulha.gomes | 19 andra recensioner | Apr 25, 2024 |
I finished this book some days ago, but it remains with me still. I took a while to settle into the slow, intense narrative, but once I did, I became fully involved. Berta and Tomás fall in love while. still at school together. Anglo-Spanish, Tomás goes to university in Oxford, to further his extraordinary gift for languages, while Berta studies in Madrid. At Oxford, Tomás makes a mistake which results in the career choice he makes, working for the British secret service, and which changes his and Berta's relationship for ever.

This book is the story of that marriage, or rather is dwells on Berta's reactions to her husband's physical and emotional absence from their relationship. It unveils those feelings which often remain hidden, and portrays an isolated, lonely yet strong individual struggling with the overwhelming impositions of secrecy imposed on her husband by those who employ him. The Irish Troubles, Franco's dictatorship and the war in the Falklands all have their part in this drama, in which the world of espionage doesn't come out well.

At one point Berta herself quotes from Dickens' Tale of Two Cities: '…every human creature is destined to be a profound secret and mystery to every other creature'. That's what this book is about
… (mer)
 
Flaggad
Margaret09 | 14 andra recensioner | Apr 15, 2024 |

Listor

Priser

Du skulle kanske också gilla

Associerade författare

Statistik

Verk
113
Även av
13
Medlemmar
11,504
Popularitet
#2,043
Betyg
3.9
Recensioner
378
ISBN
720
Språk
24
Favoritmärkt
49

Tabeller & diagram